• imprensacoreconsp

Posicionamento do Corecon- SP sobre a atual crise econômica brasileira

Srs. Conselheiros e economistas Estamos divulgando a carta redigida pelo conselheiro Roberto Padovani, que recebeu votos, e foi a moção vencedora que representará a preocupação do Corecon SP Grato a todos pela colaboração

Posicionamento do Corecon- SP sobre a atual crise econômica brasileira

Os membros do Conselho Regional de Economia do Estado de São Paulo - CORECON – SP - vêm a público externar sua enorme preocupação com a atual crise brasileira e expressar profunda consternação e solidariedade diante do sofrimento da nação.


A pandemia do Covid-19 é um desafio global. As novas ondas de contágio e as variantes do vírus preocupam todo o mundo. Mesmo com a vacinação, o risco de infecção não será extirpado.

No Brasil, os impactos da pandemia são relevantes. Os dados do Ministério da Saúde mostram que, no início de abril de 2021, mais de 13 milhões de brasileiros foram contaminados e cerca de 350 mil perderam a vida. A taxa de desemprego do IBGE alcançou 14,2% em janeiro de 2021, o que equivale a 14 milhões de pessoas sem emprego e contribui para o aumento da pobreza. Pelos dados da FGV, a parcela da população que vivia com menos de R$ 246 por mês aumentou de 11,0% em 2019 para 12,8% no primeiro trimestre deste ano, ou seja, cerca de 27 milhões de pessoas. Com maiores incertezas econômicas, fiscais e políticas, a confiança no futuro vem caindo.


Nesta fase mais grave da pandemia, a responsabilidade social do economista exige um posicionamento claro, ajudando a formular diagnósticos e soluções. Para impedir a continuidade da tragédia que assola o País, é fundamental o esforço do Estado em acelerar a vacinação e defender os protocolos sanitários sugeridos pela OMS, como o distanciamento social e o uso de equipamentos de proteção individual.


Após o governo federal ter gasto 7,0% do PIB para apoiar a economia em 2020, será preciso agora maior efetividade dos programas sociais, ampla transparência de informações e uma comunicação mais assertiva, capaz de dialogar com toda a sociedade.


O CORECON de São Paulo está à disposição para fazer parte do esforço coletivo de superação da crise e conclama as lideranças políticas para, urgentemente, implementar mecanismos que controlem a pandemia e preservem a economia.


São Paulo, 27 abril de 2021.

36 visualizações0 comentário